segunda-feira, 12 de maio de 2008

Ilusão/desilusão

Por vezes pergunto-me se sou só eu que me desiludo com tanta facilidade com as pessoas, ou se isto também acontece aos outros. Não há nada que me fira mais mortalmente do que manter uma expectativa sobre uma pessoa e depois, perceber que afinal, era tudo ilusão, que afinal me enganei.

É aí que entra a Desilusão. Acho que é das palavras e dos sentimentos que mais detesto. Infelizmente, tenho-o experimentado muitas vezes.
Confesso que tenho uma enorme dificuldade em lidar com a desilusão. Dou-me claramente melhor com a ilusão (apesar de tudo). Sempre ouvi dizer que os ignorantes são mais felizes… se calhar, em certa medida, é verdade.
Há quem diga que eu exijo demais...que tenho sempre expectativas muito altas e por isso, sofro tantas desilusões... e se calhar têm razão.
Mas, este Post não é de lamentação. Pelo contrário, o que eu quero dizer é que, a vida por vezes, nos surpreende nos momentos mais inesperados. E mostra-nos sempre o verdadeiro sentido das coisas.
Sinto-me assim, neste momento. Tive uma desilusão, mas logo de seguida, alguém surgiu e superou todas as minhas expectativas (pela positiva, claro está). Todas as expectativas mesmo.

E eu fiquei a pensar que, afinal, nada está perdido. Afinal ainda há esperança.
Ainda posso manter algumas ilusões. Ainda há pessoas que vale a pena conhecer, no meio de toda esta confusão humana.
Talvez seja o efeito da Lei da Compensação.
Nesse momento, senti-me feliz.

2 comentários:

Marsh disse...

Nestas alturas lembro-me sempre que (pelo menos eu acredito) nada acontece por acaso. NADA.

Um bom fim de semana para ti tambem! =)

Beijo****

Ginger disse...

Sim... tens razão!

Obrigado por estares aí desse lado a ouvir-me! :D

Beijo

G./Rute